O net-ativismo indígena e a Covid-19 são temas de pesquisa de dissertação do PPGCOM

O estudo da pesquisadora Isabel Sousa objetiva compreender as formas de enfrentamento à Covid-19 divulgadas no perfil da APIB, além de identificar as temáticas veiculadas na página e refletir sobre a comunicação como espaço estratégico para a articulação política de grupos subalternizados. 

Para compreender as práticas net-ativistas dos povos indígenas do Brasil, a pesquisadora utiliza vários aportes teóricos que vão desde Di Felice até a Análise de Conteúdo proposta por Bardin. Para chegar ao resultado da pesquisa, Isabel Sousa analisou 328 publicações no Instagram relacionadas à pandemia no período de abril a junho de 2020. O trabalho foi orientado pela professora Dra. Denise Ayres.

Isabel Sousa (Foto: Arquivo Pessoal)

Defesa

A dissertação vai ser apresentada no dia 13/09/2022, às 10:30, de modo virtual. Aos interessados, basta entrar em contato com a coordenação do PPPGCOM-UFMA ou pelas redes sociais do programa. Os membros avaliadores da banca de defesa são as professoras Renata de Rezende, da Universidade Federal Fluminense, e Thaisa Bueno, da Universidade Federal do Maranhão.

Texto: Otávio Temóteo

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
EnglishFrenchPortugueseSpanish